POWER MIX

Panes veiculares: 119 motoristas ficam parados diariamente na BR-163

Mesmo veículo foi atendido 15 vezes em um período de quatro meses

Assessoria | Rota do Oeste
Nova Mutum-MT

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

As panes veiculares dificultam a viagem de 119 motoristas por dia, em média, no trecho sob concessão da BR-163. De 1º de janeiro a 30 de junho de 2019, a Rota do Oeste foi acionada 21.472 vezes para prestar atendimentos relacionados a problemas mecânicos, elétricos, de superaquecimento do motor, nos pneus e até mesmo falta de combustível (pane seca). Além de aumentar o tempo do percurso, essas situações comprometem a segurança de quem trafega pela rodovia. A Concessionária dispõe de mais de 500 funcionários voltados ao atendimento dos usuários.

Diante dos números, o gerente de Operações da Rota do Oeste, Wilson Ferreira, alerta sobre a importância da manutenção veicular antes de seguir viagem, reforçando que a segurança deve estar sempre em primeiro lugar para quem deseja seguir viagem. Lembra ainda que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no artigo 27, prevê a responsabilização do motorista que trafega com veículo sem condições de segurança.

“As equipes estão disponíveis 24 horas para prestar o atendimento a quem precisar, estamos na rodovia para isso. Imprevistos acontecem, problemas são normais em uma viagem. A questão é que muitas situações podem ser evitadas com uma manutenção simples do veículo. São cuidados que deixam a viagem mais tranquila e sem transtornos”, explica.

Ferreira frisa que o histórico de atendimentos da Concessionária aponta que alguns veículos são atendidos de forma recorrente na rodovia. Para se ter uma ideia, um mesmo usuário foi atendido 15 vezes desde março. Em um único dia, esse motorista acionou a Concessionária três vezes. “Situações como essa demonstram que o veículo não tem condições de trafegar e coloca em risco a segurança de quem trafega na rodovia”.

O chefe do Seop da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Alvino Domingues, alerta que o motorista que transita com veículo em mal estado de conservação comete infração grave e pode ser penalizado com multa no valor de R$ 195,23, além de ter o veículo retido até a regularização. Isso ocorre diante da possibilidade de envolvimento em acidente de trânsito. “Se for apenas defeito no sistema de iluminação, sinalização ou lâmpadas queimadas, como uma lanterna indicadora de direção, acarreta infração média, com multa no valor de R$ 130,16. Nestes casos, não há retenção do veículo”.

Os serviços da Rota do Oeste podem ser acionados por meio do 0800 065 0163 ou ainda em qualquer uma das 18 bases de atendimento ao usuário disponíveis ao longo do trecho de 850,9 km da BR-163 sob concessão. A atividade é custeada pelo valor arrecadado no pedágio, sem nenhuma cobrança adicional.

Antes de ‘pegar a estrada’ verifique:

Condições dos freios;
Condições do motor;
Nível de água e óleo;
Calibragem e condições dos pneus;
Limpador de para-brisa;
Funcionamento da sinalização;
Equipamentos de segurança.


Fonte: Power Mix

Visite o website: https://powermix.com.br