Nova Mutum, 25 de Junho de 2019
DÓLAR: R$
Logomarca

Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, 18h:31 | A | A

POLÍCIA

Nova Mutum: Mãe arrependida de doar filho recém-nascido a amigos há 2 anos quer criança de volta

Mulher diz que relatou o desejo aos pais adotivos para reaver os direitos sobre filho e foi ameaçada.

Por: G1/MT

Djeferson Kronbauer

Djeferson Kronbauer

Uma mulher de 26 anos procurou a polícia na terça-feira (11) para registrar um boletim de ocorrência ao se dizer arrependida de ter doado o filho dela para um casal de amigos, há dois anos. À polícia, M.R.P., que mora em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá, disse que pretende reaver o menino.

A denúncia foi registrada na Delegacia da Polícia Civil de Nova Mutum.

A mãe disse à polícia que mantém contato com a família que adotou, informalmente, a criança. Porém, só conhece o filho através de fotos, pois o casal se mudou para Lucas do Rio Verde, a 360 km da capital.

A mesma contou, como consta no boletim de ocorrência, que, quando descobriu que estava grávida, não recebeu apoio do pai biológico do bebê. Ele, inclusive, teria pedido que ela abortasse a criança.

Ela relatou que havia acabado de reatar a relação com o antigo marido, que também não aceitava a gravidez dela.

Psicologicamente abalada, a mãe biologica tomou a decisão de doar o menino a um casal de amigos. Na época, a criança foi registrada no nome da mãe biologica e do pai adotivo.

Ela contou que, recentemente, chegou a entrar em contato com o casal e pedir a criança de volta. No entanto, teria sido ameaçada pela mãe adotiva.

A mesma registrou boletim de ocorrência porque pretende acionar a Justiça e tentar reaver a guarda do filho.

A reportagem tentou falar com a mesma por telefone, mas as ligações não foram atendidas. Também não conseguimos contato com os pais adotivos.

COMENTÁRIOS





ENQUETE POWER MIX

Você faz alguma atividade física regular (mais de 2 vezes por semana)?