Nova Mutum, 26 de Agosto de 2019
DÓLAR: R$
Logomarca

Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 21h:36 | A | A

POLÍCIA "ATUALIZADO 03h32"

Polícia Civil localiza corpo de professora desaparecida em Nova Mutum-MT

Por: Redação/ Djeferson Kronbauer

Foto: Djeferson Kronbauer

Foto: Djeferson Kronbauer

O Corpo de Rosângela da Silva, 32 anos, desaparecida há 13 dias foi encontrado no início da noite desta quinta-feira (07), por volta das 19h00, em uma região de mata, as margens da MT-249, aproximadamente 40 km de Nova Mutum-MT, sentido São José do Rio Claro-MT.

A Polícia Civil obteve êxito na localização após vários dias de incansáveis buscas, mas infelizmente a jovem foi encontrada sem vida, objetos como o relógio e a roupa, além de tatuagens e joias foram cruciais para confirmar a identidade da vítima, tendo em vista o avançado estado de decomposição que se encontrava o corpo.

A irmã Quiteria Belarmino da Silva, falou sobre o aparecimento do corpo e agradeceu o empenho de todos que ajudaram nas buscas.

Foto: Reprodução

irmã Quiteria Belarmino da Silva

(Irmã Quiteria Belarmino da Silva)

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) de Sorriso-MT, esteve no local realizando o laudo técnico. O perito Gledson Emiliano traz mais informação sobre o caso.

Foto: Djeferson Kronbauer

Perito Gledson Emiliano POLITEC SORRISO

(Perito Gledson Emiliano POLITEC Sorriso-MT)

Familiares e amigos de Rosângela estiveram no local acompanhando os trabalhos da Polícia. Após a remoção do corpo o Delegado Rodrigo Rufato falou sobre quais será o próximo passo e quais os crimes que o suspeito deverá responder.

Foto: Djeferson Kronbauer

Delegado Rodrigo Rufato N.M

(Delegado Rodrigo Rufato)

O Corpo de Rosângela deverá passar por um exame de necropsia e posteriormente liberado para os procedimentos fúnebres, até o momento não foi informado aonde será o velório e sepultamento da jovem.

Confira algumas fotos do local aonde foi localizado o corpo.

Foto: Arquivo Pessoal

Rosângela da Silva

(Foto de Rosângela da Silva, 32 anos vítima de homicídio)

O autor do crime de feminicídio, Alexandro Lautenschlaiger de 31 anos, está preso em Foz do Iguaçu no Paraná, e desde que foi detido na região da triplíce fronteira, havia negado ter participação no desaparecimento da ex-namorada.

As investigações avançaram após o pronunciamento de uma testemunha que foi ouvida nesta quarta-feira (06), na capital do estado que confirmou que Alexandro de fato, havia tirado a vida da sua ex-namorada.

(Atualizado as 03h32).

COMENTÁRIOS





ENQUETE POWER MIX

Você faz alguma atividade física regular (mais de 2 vezes por semana)?

Obrigado pela participação